* Colegas: um road movie em homenagem ao cinema

19 ago
Ariel Goldenberg mascarado em momento "Pulp Fiction"

Ariel Goldenberg mascarado em momento "Pulp Fiction"

By Paulo Henrique Marcondes*

Em 1991, Thelma & Louise conquistava público e crítica nas telas de cinema. Indicado a 6 Oscars, o filme revitalizou as carreiras do diretor Ridley Scott e das atrizes Geena Davis e Susan Sarandon, além de recuperar um subgênero do cinema que andava em baixa: os road movies. É bem verdade a semelhança entre “Thelma & Louise” e Colegas, concebido e escrito por Marcelo Galvão. Na história, três garotos com Síndrome de Down – inspirados pelo mesmo filme – fogem do instituto onde vivem para perseguirem seus sonhos.

O roteiro, brilhante, narra o caminho inusitado percorrido por esses três amigos inseparáveis anulando sua aparente limitação e cativando o leitor no decorrer das seqüências, levando da emoção ao riso em questão de segundos. A história também contém inúmeras homenagens ao cinema mundial para fazer a alegria de qualquer cinéfilo, já que os três foram criados numa videoteca e desenvolveram entre eles uma comunicação baseada apenas em frases célebres do cinema.

Eleito por unanimidade o melhor roteiro do Festival de Cinema de Paulínia, que teve em sua banca de jurados profissionais como Bráulio Mantovani (roteirista de “Cidade de Deus”), Colegas deixa uma imensa expectativa para quem o lê, principalmente pelos sucessos recentes do gênero como “Diários de Motocicleta”, “Transamérica” e “Pequena Miss Sunshine”.

Mágico e universal, Colegas é uma obra prima para nos dar prazer e nos fazer sonhar. Para quem ficou ansioso, vale um aquecimento com o filme belga “O Oitavo Dia” de Jaco van Dormael, um dos preferidos do diretor Marcelo Galvão.

— x —

* Paulo Henrique Marcondes é assistente de direção/produção e ex-aluno da Gatacinescola.

Uma resposta to “* Colegas: um road movie em homenagem ao cinema”

  1. lais 7 de setembro de 2008 às 1:22 pm #

    olá, meu nome é lais pimentel, sou jornalista, e uma amiga me mandou um link que remetia ao material da contigo sobre o filme de vcs. tenho um filho de 7 anos com down, o francisco, e que é a coisa mais linda e safadinha do mundo. morei muitos anos em londres e fiz uma série de reportagens, pela bbc, sobre síndrome de down. o link é ….

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/cluster/2003/08/s_down.shtml

    por contas das matérias, pude entrevistar o pascal duquenne, cujo filme o oitavo dia, vcs mencionam. daí gostaria de corrigir. trata-se de uma produção belga e não francesa, tá….

    beijos e estarei aqui à espera do filme,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: